Água e produção de alimento em áreas irrigadas: quais os desafios para a pesquisa?


De maneira geral, a produção de alimentos sem irrigação é caracterizada por baixas produtividades, comprometendo a capacidade de atender aos mercados e de garantir retornos econômicos e sociais. Em condições de sequeiro, há maior incerteza quanto ao resultado da produção, já que ela fica limitada aos períodos de chuvas, sendo totalmente dependente das variações climáticas. No Brasil, na região do Planalto Central, do Cerrado, por exemplo, a produção de sequeiro se situa entre os meses de novembro a abril, podendo ser significativamente ampliada se praticada com irrigação. Nesse contexto, fica evidente que não se pode pensar em escala de produção e em segurança alimentar e nutricional unicamente com base na agricultura de sequeiro, que apresenta como principal desafio a melhoria das técnicas de manejo e a redução dos riscos associados ao clima.

About the author: Moura Doncsecz Foryan Advocacia & Sustentabilidade